Pintura em pano de prato passo a passo para iniciantes

Pintura em pano de prato passo a passo para iniciantes

Pintura em pano de prato passo a passo para iniciantes

Olá, você quer aprender como realizar pinturas em pano de prato seja para você usar ou para vender então vou te apresentar o que é preciso para aprender esta técnica relaxante e prazerosa.

A pintura em tecido é uma técnica muito antiga e é uma das mais executadas no artesanato em geral, por ter um baixo custo de investimento e poder ser feita em pequenos espaços.

Mais uma grande vantagem dessa técnica é a facilidade de comercializar os produtos que serão confeccionados. Peças como panos de prato e fraldas tem uma boa aceitação no mercado e são valorizadas por terem sido pintadas a mão, o que agrega valor à peça.

Para dar os primeiros passos no mundo da pintura em tecido, você vai precisar principalmente de uma mesa onde se sinta confortável, e de um material básico que vou lhe apresentar agora mesmo para que você possa dar os primeiros passos.

  1. Tábua de pintura
    Para que o tecido fique esticado no momento da pintura, use uma placa de Eucatex, que pode ser comprada em casas de artesanato, ou uma tábua de MDF que você já tenha em casa.

  2. Cola permanente
    A cola permanente é essencial para que o tecido não saia do lugar durante a pintura.

Dica: Para usá-la, aplique-a na tábua de pintura usando um cartão velho. Assim você poupará os seus pincéis

  1. Pano
    Não importa se é pano de copa, pano de prato, fralda ou outra peça. Sempre utilize panos com tecido de qualidade, dando preferência para os de algodão.

  2. Pincéis

Os pincéis mais utilizados para pintura em tecido são da linha amarela as ref. 456, 454 e da linha laranja ref. 324, 325, 326, 327, 347, 328 e pincéis liner ref.402, ref. 222 ou ref. 422 ou filete ref. 407, 408 e 409 para acabamentos.

Já para pintar com a trama mais encorpada utilizamos os pincéis da linha amarela e da linha laranja, e para tecidos mais finos como fraldas, indicamos os pincéis de pêlo de orelha de boi ref. 484 e 421.

São 4 tamanhos que não pode faltar de pincéis mais usados pintura em tecido:

um pincel filete (n° 0);
um pequeno (n° 4);
um médio (n° 6);
um grande (n° 8).

  1. Recipiente com água
    Para lavar os pincéis você precisará de um pote de vidro ou de um recipiente próprio para isso. Você pode reaproveitar um daqueles potes de vidro de conserva que vêm com molho de tomate, milho e ervilha.

  2. Aquarela silk
    Esse material para pintura em tecido é indispensável, pois facilita a aplicação das tintas e o deslizar do pincel. Logo, ao utilizá-lo, certamente sentirá a diferença, principalmente na pintura de tecidos mais finos.

  3. Papel ou pano de limpeza
    Para limpar e secar os pincéis durante e após a pintura em tecido é preciso usar papel toalha ou uma fralda de pano limpa. Nunca deixe seus pincéis secando com as cerdas para baixo.

  4. Recipiente para tintas
    Antes de iniciar qualquer trabalho de pintura em tecido é preciso despejar um pouco das tintas em um godê, numa bandejinha de isopor ou em um prato de vidro revestido com plástico filme. O godê é uma pequena tigela própria para colocar e misturar tintas.

  5. Papel carbono para tecido
    Se você prefere transferir os riscos para o tecido usando carbono, use o próprio para tecido. Caso você ainda não saiba como fazer isso, aprenda agora como transferir o risco de pintura em tecido.

Dica: Não use carbono escolar, pois ele pode manchar o tecido.

  1. Tintas para tecido
    Para iniciar na pintura em tecido, você precisará de algumas cores básicas. E para algumas cores é essencial ter pelo menos dois tons, um mais claro e um mais escuro, como amarelo canário e amarelo ocre. Isso facilita muito na hora de combinar cores para fazer o sombreado e degradê.

Confira quais tintas você precisa comprar na primeira vez que for às compras:

preta;
branca;
marfim;
laranja;
vermelha;
arroxeada;
rosa (claro e escuro);
verde (claro e escuro);
azul (claro e escuro);
amarelo (claro e escuro);
marrom (claro e escuro).

É claro que com passar do tempo esta lista de tintas vai se expandir e você vai acabar comprando inúmeras cores, para deixar sua pintura cada vez mais lida. Mas para o começo é o suficiente.

 

Agora vamos aprende a limpar os pinceis

3 Formas Geniais de Limpar Pincéis para Pintura em Tecido

Limpar os Pincéis com Álcool em Gel: Primeiro, deposite um pouco do álcool em gel sobre uma superfície (como uma bandejinha de isopor, por exemplo). Depois, pressione levemente as cerdas do pincel sobre a superfície. Passe as cerdas no papel toalha ou em uma fralda limpa.

Limpar os Pincéis com Solventes: O ideal é cuidar dos pincéis após terminar cada trabalho de pintura em tecido. Porém, a correria do dia a dia faz com que não tenhamos tempo para fazer essa higienização diária. Os solventes são ótimos para esse caso, pois permitem limpar os pincéis com tinta acumulada e grudada.

Dentre os diversos tipos de solventes existentes, temos a acetona e o óleo de banana. Eles destacam-se não só nos cuidados com as unhas, mas também fazem aquele carinho nos pincéis.

Coloque um pouco da acetona ou do óleo de banana em um pequeno recipiente (apenas o suficiente para molhar as cerdas do pincel). Insira o pincel no líquido fazendo movimentos suaves de vai e vem. Você verá a acetona ou o óleo de banana alterando de cor com a tinta que vai saindo. Após isso é só mergulhar as cerdas do pincel em uma vasilha com água para remover o produto das cerdas. Seque o pincel com um pano limpo, e pronto!

Dica: a aguarrás e o thinner também são solventes que removem a tinta presa nas cerdas. Porém, esses produtos não são indicados para esse tipo de limpeza por serem muito agressivos para as cerdas. Além disso, podem causar reações alérgicas em pessoas sensíveis.

Limpar os Pincéis com Produtos Condicionantes: Se você pensa que só você merece um cuidado especial com cremes hidratantes para o cabelo e com amaciantes para suas roupas, você está enganada! Esses dois aliados da vida doméstica também são muito bons para garantir a limpeza e para prolongar a vida útil de pincéis.

Instruções
À noite, deixe seu pincel de molho em no amaciante de roupas ou no condicionador de cabelo. Ao acordar, basta fazer movimentos suaves com o pincel ainda dentro do recipiente. Enxágue as cerdas com água corrente e deixe secar.

Dica: nunca deixe a tinta secar próximo à virola (parte metálica) do pincel. Ela pode endurecer e quebrar as cerdas.

Como você viu, existem diversas maneiras de limpar pincéis após terminar uma pintura. A limpeza com álcool em gel é ideal para limpar as cerdas com tinta ainda fresca. Já a higienização com solventes (acetona e óleo de banana) faz com que você não precise jogar fora os pincéis endurecidos e com tinta grudada. Mas, se você prefere deixar seus pincéis de molho durante a noite, os condicionadores de cabelo e o amaciante de roupas são ótimas opções.

Após lavá-los, arrume as cerdas para que elas fiquem retinhas novamente. Armazene seus pincéis na posição vertical e com as cerdas viradas para cima. Você também pode deixá-los na posição horizontal, deitados sobre um pano limpo. Essas dicas vão garantir vida longo às suas ferramentas de trabalho.

Dica 1. Deixe à mão todos os materiais que você vai usar
Antes de começar a pintura, verifique se todos os materiais estão dispostos na sua bancada de trabalho. Separe os pincéis, um copo com água, um pano de limpeza, uma bandejinha de isopor com as tintas e o pano já riscado.

Dica 2. Pinte sobre o tecido fixado em uma tábua
Para que o tecido não fique “dançando” na sua mesa de trabalho, aplique a cola permanente em uma placa de Eucatex ou MDF, espalhe bem. Use um cartão velho para fazer a aplicação, assim você preserva os seus pincéis. Alguns minutinhos após a aplicação a tábua estará prontinha para ser usada, aí é só esticar o tecido para começar a pintar.

Dica 3. Use pincéis preparados para pintura
Alguns pincéis vêm com as cerdas muito longas, ou seja, não estão preparados para serem usados em certos momentos da pintura. Sendo assim, ou você pode comprar pincéis que já vêm lixados, como os da série 151, ou você mesma pode aparar as cerdas com a tesoura e depois lixá-las com uma lixa de unhas.

Dica 4. Use a caneta para nomes e traços mais finos
A caneta para tecido é muito versátil, ideal para escrever nomes e fazer detalhes na sua pintura. Essa caneta é barata e está disponível em várias cores. Trata-se de um material moderno que tem ótima fixação.

Dica 5. Cuide com carinho dos seus pincéis
Depois de usar o pincéis, lave-os ou limpe-os com álcool em gel e papel toalha. Nunca use pincéis sujos, pois os restos de tinta podem manchar o desenho e prejudicar o seu trabalho. O pincel zerinho, aquele que é bem fininho, deve ser guardado dentro da capinha que o acompanha; ele não pode ter a ponta dobrada, por isso nunca deixe-o dentro do copo de água como fazemos com os outros pincéis.

 

 

 

Recentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *